Thursday, April 10, 2008

Sun Paulo


Por que as pessoas de gêmeos são (quase sempre) assim?

Por que será que eu jurei que ia te contar tudo o que eu fizesse no meu tempo nos Estados Unidos e não consegui contar nem um décimo?
Porque eu não tenho disciplina, minha gente...
Não é fácil a pessoa do signo de gêmeos cumprir uma promessa!
Acredita que eu já mal me lembrava desse blog?
Mas aí lembrei. E vim cheia de novas boas intenções de escrever sempre sempre, mas quer saber?
Não prometo é mais nada!

Hoje eu tô aqui, então aproveita! Hahahaha...

Como cantaria Elis, "quero lhe contar como eu vivi e tudo que aconteceu comigo".
Assim, como se eu fosse Luana Piovani mesmo, como se minha vida fosse algo muito interessante.
Se bem que eu não acho a vida da Luana Piovani interessante não.
Ela só namora todo mundo e anda sem calcinha, so what?
Mas eu falei dela porque eu acho que ela foi uma das primeiras celebridades (coisa que eu praticamente também sou) a escrever um blog, você lembra?

Como eu sou mais interessante do que ela – opa... e não sou? – eu acho mais legal me inspirar em Carrie Bradshaw, de Sex and The City.
A gente até tem o mesmo curly hair e o mesmo narigão.
Tá, ela é mais magrinha, mas o chá verde me levará até lá. Um dia.

Pois é... eu tô aqui, em São Paulo, a cidade que não pára, dando aulas de inglês e tomando chá verde.
Comendo muita comida japonesa – já posso avaliar uns cinco ou seis ou dez restaurantes – indo a bons shows, dominando a cada dia a arte de andar de ônibus e metrô, praticando muito a minha faceta de people watcher nessa terra em que se vê de um tudo e nada choca.

Estou fazendo muitos e bons amigos nessa terra boa e de gente sempre interessante. O perfil aqui é outro, as cabeças pensam mais, eu acho. São mais abertas, as crianças de dez anos ouvem Beatles, Iron Maiden e Black Sabbath, e não venha com Rihanna pro nosso lado não.
Os moleques de 18 anos trabalham em livrarias, fazem mágica em festa de criança, assistem três, quatro filmes em um final de semana, sabem muito de música dos anos oitenta.

Isso faz a gente ter vergonha de se acomodar, faz a gente querer sempre mais. A gente que passou dos trinta e acha que já sabe bastante.
Sabe naaaaada, gente!
E graças a Deus que não!

Eu por minha vez sigo surpreendendo, me surpreendendo, ensinando, aprendendo, caminhando, aproveitando tudo que essa terra e essas pessoas têm de bom pra me oferecer.
E se eu puder fazer uma gracinha pra deixá-los mais felizes, em troca, eu faço sim, uai!

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Num apartamento perdido na cidade,
alguém está tentando acreditar
que as coisas vão melhorar ultimamente.
A gente não consegue
ficar indiferente debaixo desse céu.
No meu apartamento
você não sabe o quanto voei,
o quanto me aproximei de lá da Terra.
Num apartamento perdido na cidade,
alguém está tentando acreditar
que as coisas vão melhorar ultimamente.
No meu apartamento
você não sabe quanto voei,
o quanto me aproximei de lá da Terra.
As luzes da cidade não chegam às estrelas sem antes me buscar.
Na medida do impossível tá dando pra se viver.
Na cidade de São Paulo, o amor é imprevisível
como você e eu e o céu.

4 comments:

patricia said...

Sem Sao Paulo, o meu mundo e a solidao... diga sim, que eu digo nao...
Gemeos...sei bem...mae, irma e filha...pode...agora amiga...e a minha sina....
Gente interessante, tudo acontece, as pessoas veem mais o potencial das outras... voce e o que voce acredita ser... sem medo de ser feliz... aproveita a minha cidade natal... morro de saudades desse ceu cinza, garoa caindo... bairro da liberdade... praca da se... nasci e cresci...ate um dia ir pra bh, varginha, mundo... say hello to everybody...viva e deixe viver...pat patinha. bjcas do frio gelado do lado de ca...

Dra. Tormenta said...

Linda Tu, tatu!!!!
Lindo post!
Bom ter você aqui...
... acho que já disse isso.
Mas geminiana é assim mesmo, né?
Uai, é? Ó!
Beijo grande!

Lara, A Monnerat said...

É, acho que as coisas sao assim. Vc anuncia coisa nova do blog no orkut. Eu entro. Eu leio. E eu GOSTO. Confesso ter abominado sao paulo por muito tempo, mas acho que vou acabar indo pra lá [ou seria praó?] E isso animou hahaha.
Beijoquitas mujer

Dra. Tormenta said...

Escreve mais!!!